5 motivos para fazer Greve Geral dia 28 de Abril

0
586

1. Defender o direito à Aposentadoria

Todos os trabalhadores e a população em geral, estão ameaçados de perder a aposentadoria. A proposta de Temer, presidente ilegítimo, e da maioria do Congresso corrupto, de aumentar a idade para 65 anos (de homens e mulheres) e de aumentar o tempo de contribuição ao INSS para 49 anos, como condição para termos aposentadoria, é na prática acabar com o direito à aposentadoria. Ou paramos agora para que o governo retire sua proposta de “contrarreforma”; da previdência ou ficaremos sem aposentadoria.
#Aposentadoria fica, Temer sai

2. Todas as Centrais Sindicais estão chamando Greve Geral para o dia 28

Há uma grande unidade do movimento sindical de que é preciso barrar essa “contrarreforma” porque ela retira um direito muito importante dos trabalhadores e da população, que é a aposentadoria. A proposta mexe com os trabalhadores do campo e da cidade, vai contra o que está na Constituição.  Por isso, a decisão é construir uma GREVE GERAL dia 28 de abril. Parar tudo, e assim fazer o governo e os deputados (que se aposentam aos 50 anos), recuarem.  Mas pra isso precisamos que cada trabalhador faça sua parte. Greve Geral significa que todos param, ninguém trabalha! #Greve geral sim! Perder aposentadoria não!

3. Não existe rombo na Previdência

A proposta da “contrarreforma”; é para o governo desviar dinheiro da previdência para pagar altos juros e parcelas da dívida para os banqueiros e empresários. Temer vai gastar 49% do orçamento do país na agiotagem da dívida pública. Isso ele não manda a GLOBO falar. Ora, que suspenda o dinheiro para os agiotas banqueiros. Que pare de pagar essa dívida que não foi contraída pelos trabalhadores e nem pelo povo. Deixe a previdência em paz. #Aposentadoria sim! Dívida não!

4. Barrar a Terceirização

O Temer e os patrões estão com medo que os trabalhadores e a população pobre se levantem contra eles devido as gigantescas mobilizações do 15 de março. Para tentar intimidar os trabalhadores e mostrar aos patrões que ele ainda tem força, ele aprovou o PL 4302 que intensifica a terceirização em todas as atividades de uma empresa. Esse PL vai aumentar o trabalho precarizado e rebaixar os salários e piorar as condições de trabalho. #Mais emprego sim, Precarização não!

5. Contra a jornada de 12 horas e o parcelamento das férias

Após aprovar a Terceirização, o governo vem com tudo pra cima dos trabalhadores para em aprovar a “contrarreforma”; da previdência. Se ele conseguir, em seguida vai rasgar a CLT com a “contrarreforma”; trabalhista que pretende aumentar a jornada para até 12h e reduzir salários através da jornada paga por hora, e parcelar as férias. Por isso é necessário barrar as duas contrarreformas, a da previdência e a trabalhista.
#Direitos sim! Reforma trabalhista não!

Por tudo isso, VOCÊ está sendo chamado(a) a fazer greve geral dia 28 de abril. Vamos lá! Chegou a hora de dar uma resposta com força ao governo, aos deputados corruptos e aos patrões. Vamos defender a nossa aposentadoria!