Paralisação da categoria no Siqueira têm apoio da população

No dia 16 de junho, motoristas e cobradores paralisaram as atividades, por duas horas (9h às 11h), no Terminal do Siqueira. A paralisação foi em protesto à proposta patronal de apenas 8,34% de reajuste salarial. Essa foi a primeira paralisação ocorrida após os trabalhadores decretarem estado de greve em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Ceará (Sintro-Ce), no dia 13 de junho.

 

Mesmo após os trabalhadores reduzirem suas reivindicações com a intenção de que haja um consenso entre as partes, os patrões continuam a oferecer somente o valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para o reajuste salarial e continuam negando todas as outras cláusulas.

 

Os trabalhadores estão reivindicando um reajuste salarial de 13%, cesta básica de R$ 130,00 e vale alimentação de R$ 13,00.

Durante a paralisação no Terminal do Siqueira, parte da população que estava no Terminal apoiou o movimento e aplaudiu a diretoria do Sintro-Ce, que também protestou contra o bloqueio de grande parte das carteiras de estudante sem aviso prévio por parte da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

 

Ao final da paralisação, os trabalhadores aprovaram em assembleia pela continuidade das paralisações.

Veja as fotos da manifestação no Facebook do Sintro-Ce.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 8 =